Príncipe Hamzah: de filho preferido do rei jordano à prisão domiciliária - Plataforma Media

Príncipe Hamzah: de filho preferido do rei jordano à prisão domiciliária

O ex-príncipe herdeiro da Jordânia, afastado da linha de sucessão desde 2004, voltou agora aos holofotes políticos. O príncipe Hamzah revelou estar em prisão domiciliária no palácio onde vive em Amã a mando do regime jordano.

As autoridades do país acusam o​ membro da família real de tentar “desestabilizar a segurança” do país. Apesar de nunca ter havido um confronto público, as tensões dentro da família real já eram visíveis há algum tempo.

A Jordânia é uma das nações mais estáveis do Médio Oriente, por isso quando no sábado o meio-irmão do rei Abdullah II e ex-herdeiro da coroa alegou estar em prisão domiciliária, a notícia foi recebida com estranheza pela comunidade internacional.

Acusado pelas autoridades jordanas de ter tido “contacto com partes externas sobre o momento mais apropriado para começar a agir no sentido de desestabilizar a segurança”, o príncipe Hamzah revelou, num vídeo enviado à BBC, estar sem segurança e impedido de comunicar com o exterior. Ainda na mesma mensagem, o filho do falecido rei Hussein acusou o regime jordano de ser corrupto e de colocar a população à mercê de um sistema de favorecimento pessoal e financeiro do monarca.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter