Um multimilionário de apito na boca - Plataforma Media

Um multimilionário de apito na boca

A 24 de fevereiro de 2001, Cristiano Ronaldo fez o segundo golo da seleção portuguesa sub-15 frente à África do Sul no Torneio de Rio Maior numa partida que ficou na história por assinalar o primeiro jogo internacional de um dos maiores multimilionários do futebol.

Vinte anos depois, esse multimilionário está careca.

CR7 careca? Claro que não: não falávamos do atacante português, que é multimilionário, sim senhor, mas sim do árbitro desse encontro, em estreia absoluta em jogos de seleções, o senhor Jonas Eriksson, sueco de nascimento, então com 26 anos.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Assine nossa Newsletter