Macau nega estudo para criar sistema de crédito social semelhante ao da China - Plataforma Media

Macau nega estudo para criar sistema de crédito social semelhante ao da China

As autoridades de Macau negaram hoje que estejam a estudar a criação de um sistema de crédito social, à semelhança do desenvolvido pela China, ou que estejam atualmente a ponderar essa hipótese.

A Direção dos Serviços de Estudo de Políticas e Desenvolvimento Regional garantiu que “não realizou qualquer estudo sobre a possibilidade de implementação de um sistema de avaliação de crédito social em Macau”, de acordo com um comunicado.

A mesma entidade acrescentou que “atualmente, (…) não tem planos de realizar um estudo sobre o ‘sistema de avaliação de crédito social’”.

A informação surge após notícias dos ‘media’ locais publicadas na passada semana, nas quais era citado o novo diretor daqueles serviços, o qual sublinhava a importância do sistema e a possibilidade de se desenvolver um semelhante ao que existe na China.

Pequim criou nos últimos anos um sistema de crédito social que atribui pontos a cada cidadão mediante comportamento, situação financeira, desempenho profissional e académico ou opiniões nas redes sociais.

O sistema suscitou críticas, por se temer que resulte numa invasão de privacidade e em discriminação, ao impedir pessoas com baixa pontuação de, por exemplo, aceder a melhores empregos e universidades ou migrar para cidades mais prósperas.

Assine nossa Newsletter