Rússia lamenta recusa dos EUA a diálogo público entre Biden e Putin - Plataforma Media

Rússia lamenta recusa dos EUA a diálogo público entre Biden e Putin

 Rússia lamentou nesta segunda-feira (22) a recusa dos Estados Unidos a manter um diálogo público entre Vladimir Putin e Joe Biden, por iniciativa do presidente russo, após seu embate verbal da semana passada.

“É outra oportunidade perdida para romper a estagnação das relações russo-americanas que existe por culpa de Washington”, afirmou o ministério russo das Relações Exteriores em um comunicado.

Vladimir Putin propôs ao colega americano um encontro público por videoconferência para falar sobre vários temas. 

De acordo com a diplomacia russa, “a parte americana não apoiou a proposta” de Putin, que queria abordar “os problemas bilaterais que se acumulam e a questão da estabilidade estratégica”. 

O presidente russo apresentou a ideia na quinta-feira, após uma troca de declarações entre ambos, na qual Biden chamou Putin de “assassino” e este respondeu “aquele que diz é que é”. 

Após as declarações de Biden, Moscou chamou para consultas seu embaixador em Washington, Anatoli Antonov. 

O Kremlin também denunciou nesta segunda-feira a multiplicação de sanções contra a Rússia depois que Washington adotou novas medidas na semana passada.

“A determinação de anunciar sanções de nossos adversários, especialmente Estados Unidos, continua crescendo”, afirmou o porta-voz presidencial russo Dmitri Peskov em uma entrevista coletiva. 

Desde sua chegada à Casa Branca em janeiro, Biden mostra grande firmeza em relação ao Kremlin, em contraste com seu antecessor Donald Trump.

Related posts
MundoPolítica

Putin espera que Biden seja menos impulsivo do que Trump

ChinaMundo

Biden segue passos de Trump para se impor perante a China

EconomiaMundo

Biden diz que economia vai crescer ao maior ritmo em quatro décadas

EconomiaMundo

Biden vai propor aumento de impostos aos mais ricos para pagar investimentos

Assine nossa Newsletter