Início » Angola defende reforço da segurança marítima

Angola defende reforço da segurança marítima

O director-geral dos Serviços de Inteligência Externa de Angola, José Luís Caetano Higino de Sousa “Zé Grande”, apontou o alargamento do âmbito da cooperação entre os nove Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a protecção das respectivas zonas marítimas especiais e a colaboração com outras organizações regionais como algumas das principais premissas para acabar com a insegurança crescente no Atlântico Sul e Golfo da Guiné.

Ao dissertar na oitava conferência virtual da plataforma Global Strategic Platform, com o tema “A Cooperação de Defesa na CPLP: Principais Desafios e Oportunidades no Atlântico Sul”, o responsável recordou que na base da criação da organização, em 1996, estavam objectivos de médio e longo prazos. Passadas vá-rias etapas desde a criação do Centro de Estudos Estratégicos, em 1998, a realização de Exercícios Felinos entre as forças dos Estados-membros, disse, é chegada a altura de accionar os mecanismos que confiram a estabilidade necessária para se obter os benefícios económicos que o oceano pode proporcionar.

Leia mais em Jornal de Angola

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!