Por conta da pandemia, FMI e Banco Mundial querem prorrogar dívidas de pobres - Plataforma Media

Por conta da pandemia, FMI e Banco Mundial querem prorrogar dívidas de pobres

Dois dos maiores entusiastas do programa de suspensão do pagamento de dívidas de países pobres por causa da pandemia, o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI) vão propor ao grupo das 20 economias mais ricas do globo (G-20) que prorrogue o programa, conhecido pela sigla em inglês DSSI, até o fim do ano. Depois, no entanto, acreditam que o melhor a fazer é cancelar a iniciativa para começar a tratar os casos de forma individual.

A proposta será apresentada ao G-20 em abril, durante a reunião de primavera do FMI, de acordo com o diretor global de práticas globais de Macroeconomia, Comércio e Investimento (MTI, na sigla em inglês) do Banco Mundial, Marcello Estevão, em entrevista ao Estadão/Broadcast. “Estamos escrevendo um relatório conjunto com o FMI com a sugestão ao G-20 de estender o programa por mais seis meses”, explicou. A ideia de encerrar o programa em dezembro se dá, segundo o diretor, porque o DSSI não resolve os problemas de fundamentos das dívidas desses países. Para o FMI e o Banco Mundial, de acordo com Estevão, muitos países precisam passar por uma reestruturação de seus débitos para que possam manejá-los de forma sustentável pelos próximos anos.

Leia mais em Istoé

Related posts
AngolaEconomia

FMI aprova quinta revisão do programa de ajuda a Angola

BrasilEconomia

FMI: Maioria do apoio financeiro na pandemia foi para a América Latina

ChinaEconomia

China diz que 'novo capital' do FMI deve ser distribuído pelos países africanos

PortugalSociedade

FMI: "Proteção dos contratos sem termo em Portugal é das mais fortes da zona euro"

Assine nossa Newsletter