Protótipo de foguete da SpaceX explode minutos após o pouso

Protótipo de foguete da SpaceX explode minutos após o pouso

Um protótipo do foguete Starship, da sociedade SpaceX, que perdeu dois aparelhos anteriores após tocar o solo, pousou nesta quarta-feira (3) no Texas, mas explodiu pouco depois

“Uma aterragem magnífica”, comentou a SpaceX no vídeo que transmitiu o voo de testes ao vivo. No entanto, chamas foram vistas na base da nave, combatidas pela equipe em terra, mas poucos minutos depois o aparelho explodiu e foi destruído.

Até o momento não foram dadas explicações sobre o ocorrido.

O foguete é a aposta da SpaceX, de propriedade do magnata Elon Musk, para viajar a Marte.

“A nave espacial SN10 aterrissou inteira!”, tuitou Musk aproximadamente uma hora após a explosão.

“A equipe da SpaceX está fazendo um grande trabalho! Um dia, a verdadeira medida de êxito será que os voos de Starship serão algo comum”, continuou.

O protótipo, identificado como SN10, tinha decolado às 20h20 de Brasília (23H20 GMT) de Boca Chica, no Texas, para seu terceiro voo de testes suborbital.

Decolou impulsionado por três motores e depois virou para voar na posição horizontal.

Chegou a uma altitude de 10 km antes de iniciar sua descida na vertical e conseguiu pousar no local indicado sem problemas visíveis.

Outros dois protótipos, o SN8 e o SN9, explodiram durante a aterrissagem em dezembro e no início de fevereiro.

Os testes são realizados em uma região quase deserta arrendada pela SpaceX no extremo sul do Texas, perto do México e às margens do Golfo do México. A área é suficientemente ampla para não causar danos ou vítimas.

Musk imagina que algum dia poderá lançar várias naves à conquista de Marte. No entanto, se for operacional, a princípio o foguete serviria para voos mais curtos, especialmente para a Lua.

O bilionário Yasaku Maezawa voará em um destes aparelhos, teoricamente em 2023. O preço do voo é confidencial.

Em sua conta no Twitter, Maezawa convidou nesta quarta-feira oito pessoas “do mundo inteiro” a acompanhá-lo. Os interessados deverão se apresentar antes de 14 de março e uma semana depois será feita uma primeira seleção.

O futuro foguete, que incluirá uma cápsula tripulada, terá 120 metros de altura e será capaz de transportar uma carga de 100 toneladas.

o do foguete Starship, da sociedade SpaceX, que perdeu dois aparelhos anteriores após tocar o solo, pousou nesta quarta-feira (3) no Texas, mas explodiu pouco depois.

“Uma aterrissagem magnífica”, comentou a SpaceX no vídeo que transmitiu o voo de testes ao vivo. No entanto, chamas foram vistas na base da nave, combatidas pela equipe em terra, mas poucos minutos depois o aparelho explodiu e foi destruído.

Até o momento não foram dadas explicações sobre o ocorrido.

O foguete é a aposta da SpaceX, de propriedade do magnata Elon Musk, para viajar a Marte.

“A nave espacial SN10 aterrissou inteira!”, tuitou Musk aproximadamente uma hora após a explosão.

“A equipe da SpaceX está fazendo um grande trabalho! Um dia, a verdadeira medida de êxito será que os voos de Starship serão algo comum”, continuou.

O protótipo, identificado como SN10, tinha decolado às 20h20 de Brasília (23H20 GMT) de Boca Chica, no Texas, para seu terceiro voo de testes suborbital.

Decolou impulsionado por três motores e depois virou para voar na posição horizontal.

Chegou a uma altitude de 10 km antes de iniciar sua descida na vertical e conseguiu pousar no local indicado sem problemas visíveis.

Outros dois protótipos, o SN8 e o SN9, explodiram durante a aterrissagem em dezembro e no início de fevereiro.

Os testes são realizados em uma região quase deserta arrendada pela SpaceX no extremo sul do Texas, perto do México e às margens do Golfo do México. A área é suficientemente ampla para não causar danos ou vítimas.

Musk imagina que algum dia poderá lançar várias naves à conquista de Marte. No entanto, se for operacional, a princípio o foguete serviria para voos mais curtos, especialmente para a Lua.

O bilionário Yasaku Maezawa voará em um destes aparelhos, teoricamente em 2023. O preço do voo é confidencial.

Em sua conta no Twitter, Maezawa convidou nesta quarta-feira oito pessoas “do mundo inteiro” a acompanhá-lo. Os interessados deverão se apresentar antes de 14 de março e uma semana depois será feita uma primeira seleção.

O futuro foguete, que incluirá uma cápsula tripulada, terá 120 metros de altura e será capaz de transportar uma carga de 100 toneladas.

Related posts
Mundo

Sobe para 64 os mortos duas semanas após desabamento de prédio na Flórida

Portugal

Dois portugueses entre os cinco mortos no acidente de construção em Antuérpia

Desporto

Tiger Woods submetido a cirurgia "longa" devido a múltiplas lesões na perna

BrasilDesporto

Acidente de avião mata presidente e quatro jogadores do Palmas

Assine nossa Newsletter