Vitória do 1º de Agosto foi insuficiente para a reviravolta - Plataforma Media

Vitória do 1º de Agosto foi insuficiente para a reviravolta

Aguardar pelo veredicto ao protesto apresentado à Confederação Africana de Futebol (CAF), após acontecimentos do primeiro jogo, o 1º de Agosto derrotou, ontem, o Namungo da Tanzânia, por 3-1, no Estádio Chamazi, em Mbagala, para a segunda mão da última eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça CAF, depois de ter perdido o primeiro desafio, no domingo, por 2-6.

Com Macaia e Zine a serem excluídos do “onze” inicial em cima do jogo, depois de as autoridades sanitárias da Tanzânia alegarem que ambos os jogadores haviam testado positivo à Covid-19, o que levou a comitiva angolana a protestar junto do trio de arbitragem e do comissário ao jogo, a equipa técnica da formação militar teve de fazer reajustes na equipa que tinha escalonada para o desafio.

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
AngolaDesporto

D'Agosto verga Kabuscorp e reforça terceira posição

AngolaDesporto

1º de Agosto dá pontapé na crise de maus resultados

AngolaDesporto

Presidente do 1.º de Agosto nega desvios de verbas

AngolaDesporto

Petro e 1º de Agosto recebem 62,5 mil dólares americanos

Assine nossa Newsletter