João Lourenço manda abrir concurso para auditar Fundo Soberano - Plataforma Media

João Lourenço manda abrir concurso para auditar Fundo Soberano

O Presidente da República, João Lourenço, autorizou a abertura de um concurso para a aquisição de serviços especializados de um auditor independente para realizar a auditoria das contas do Fundo Soberano de Angola no exercício económico deste ano

De acordo com o despacho presidencial publicado em Diário da República, na quinta-feira, é autorizada a despesa para a abertura de um concurso limitado por convite para auditoria das demonstrações financeiras do Fundo Soberano no exercício económico de 2021. A nomeação do auditor será feita pelo Presidente da República, de acordo com o documento.

O Fundo Soberano de Angola (FSA) obteve, em 2019, ano a que se reporta a última informação financeira, um resultado líquido de 234 milhões de dólares após dois anos de prejuízos. O resultado estava associado, segundo uma nota divulgada na altura, ao bom desempenho dos mercados financeiros internacionais em que o Fundo tem investidos mais de 1.789 milhões de dólares sobre os quais registou ganhos potenciais, não realizados, dos instrumentos de dívida (obrigações) e instrumentos de capital (acções) no valor acumulado de 189 milhões de dólares.

No ano passado, o FSA tinha activos de 4.587 milhões de dólares e capitais próprios de 3.669 milhões de dólares, enquanto os custos com a gestão dos investimentos líquidos foram de quatro milhões de dólares em 2019 e os custos operacionais atingiram 15 milhões de dólares.

Leia mais em Jornal de Angola

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
AngolaPolítica

João Lourenço muda administradores da Sonangol e afasta ex-primeiro Marcolino Moco

AngolaPolítica

EUA elogiam Presidente João Lourenço pelos avanços na “agenda anti-corrupção”

AngolaEconomia

Investigação norte-americana a Presidente angolano e dirigentes ameaça financiamento

Assine nossa Newsletter