Declarações sobre reestruturação do SEF foram um "erro" e um "descuido bondoso" - Plataforma Media

Declarações sobre reestruturação do SEF foram um “erro” e um “descuido bondoso”

Em entrevista exclusiva à TSF, o diretor nacional da PSP reconhece que cometeu um erro ao falar sobre a fusão da PSP com o SEF.

Magina da Silva revela que um polícia foi suspenso por comentários racistas na internet e mostra-se apreensivo com o número “preocupante” de polícias com covid-19. Também fala sobre outras polémicas que marcaram o seu primeiro ano de mandato.

O diretor nacional da PSP considera “preocupante” o número de polícias que atualmente estão infetados com covid-19 ou em isolamento profilático. Magina da Silva não revela o número exato de elementos da PSP que estão de baixa porque “pode ser usado para especular”, mas admite que existe “uma quantidade considerável de polícias que estão inoperacionais”, embora esse número esteja “a estabilizar”.

Para atenuar o problema, esta semana entram em funções “umas dezenas largas de polícias” que estão na pré-reforma e que “disseram presente ao chamamento” para integrarem o “serviço ativo” reforçando assim o número de operacionais.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
PortugalSociedade

SEF já pagou indemnização à viúva de Ihor

PortugalSociedade

MP investiga queixa contra segurança privada ilegal no centro de detenção do SEF

PortugalSociedade

Família de ucraniano morto em Portugal deverá receber mais de 830 mil euros de indemnização

PortugalSociedade

Médico que fez autópsia de Ihor pode voltar a ser contratado por Instituto de Medicina Legal

Assine nossa Newsletter