Governantes portugueses começam a ser vacinados para a semana - Plataforma Media

Governantes portugueses começam a ser vacinados para a semana

Costa já enviou despacho para vacinação e enviou cartas a órgãos de soberania para que estabeleçam prioridades por serviço. Médicos do privado continuam à espera de saber quando serão vacinados.

Titulares de órgãos de soberania, deputados e funcionários da Assembleia vão começar a ser vacinados já na próxima semana. Bem como “a Provedora de Justiça, os membros do Conselho de Estado, a magistratura do Ministério Público, os membros dos órgãos próprios das Regiões Autónomas e os presidentes de Câmara, enquanto responsáveis principais da proteção civil”. A ordem vem em despacho ontem emitido pelo primeiro-ministro, António Costa, que enviou já as cartas aos órgãos de soberania para que estabeleçam as prioridades para inoculação em cada um dos serviços.

Para os médicos e restantes profissionais de saúde dos hospitais privados, apesar dos repetidos alertas do bastonário dos Médicos, Miguel Guimarães, continua a não haver indicação de calendário.

“De modo a que se possa programar com precisão este processo é essencial definir, entre estes titulares, a indispensável ordem de prioridade, tendo em conta a limitada quantidade de doses disponíveis em cada semana”, especifica António Costa na mensagem enviada ao presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, a que o DN teve acesso.

O primeiro-ministro pede ao presidente da Assembleia que especifique os deputados, bem como a lista nominativa dos funcionários daquele órgão, “que devam ser considerados prioritários nesta fase”. Nessa mensagem, esclarece ter já estabelecido também prioridades dentro do governo, “tendo em conta as competências na tutela de serviços essenciais, no combate à pandemia ou no exercício da Presidência Portuguesa da União Europeia”.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Mais de metade da população considera que os políticos não devem ter prioridade na vacinação

PortugalSociedade

Reino Unido e Itália com mais impacto no início da pandemia em Portugal

PortugalSociedade

Quase menos 200 mil consultas e menos 21 mil cirurgias só em janeiro

PortugalSociedade

46% dos portugueses antecipam confinamento até à Páscoa

Assine nossa Newsletter