Elefantes assustam habitantes do sul de Moçambique - Plataforma Media

Elefantes assustam habitantes do sul de Moçambique

Um grupo de oito elefantes invadiu campos agrícolas e destruiu várias culturas, assustando habitantes da província de Maputo, no sul de Moçambique, disse hoje à Lusa fonte oficial.

“Estamos em alerta vermelho em dois distritos. Felizmente ainda não temos o registo de vítimas humanas, apenas a devastação de culturas e, naturalmente, o sentimento de insegurança nas populações”, disse o fiscal superior da Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC), Jorge Fernando.

Segundo a fonte, os elefantes têm estado a invadir, desde segunda-feira, campos agrícolas de algumas localidades dos distritos de Magude e Matutuine, um problema frequente naquelas regiões.

Oito elefantes foram avistados no distrito de Magude, enquanto que no distrito de Matutuine, que denunciou hoje a situação à ANAC, ainda não há dados sobre o número de animais.

Nestes distritos, a ANAC já distribuiu ‘kits’ para a população poder afugentar os elefantes, “enquanto as equipas de mitigação estão a caminho”, referiu.

De acordo com os últimos dados da ANAC, Moçambique tem uma população estimada de 10.800 elefantes, um número que tem permanecido estável desde 2014, apesar das ameaças à espécie.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
AngolaPolítica

Vice-Presidente angolano na reunião sobre a conservação de mangais

Portugal

Jornalista portuguesa Catarina Canelas (TVI) vence Prémio Rei de Espanha Ambiental

Brasil

ONGs processam grupo francês por desflorestação no Brasil e na Colômbia

Brasil

Desastre da Brumadinho foi provocado pela ação da empresa Vale

Assine nossa Newsletter