Dados de funcionários deixam de ser feitos via manual ao INSS - Plataforma Media

Dados de funcionários deixam de ser feitos via manual ao INSS

A partir de Abril, as empresas já não podem enviar os dados dos seus funcionários ao Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), de forma manual, de modo a evitar fraudes no sistema.

O anúncio foi feito, ontem, em Luanda, pela ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias que falava na inauguração de uma agência de grandes contribuintes do Sistema de Protecção Social Obrigatório, no município de Talatona, explicou que o acesso aos serviços das empresas será feito através de canais remotos para garantir maior segurança no sistema. 

“Por esta razão, a partir de Abril, já não serão aceites os dados dos funcionários e os valores a pagar, a título de contribuição, para a Segurança Social, que sejam declarados de forma manual. Isto quer dizer que as empresas só poderão cumprir com as obrigações contributivas através da folha electrónica que estará disponível no portal do INSS”, anunciou a ministra. Teresa Rodrigues Dias realçou que o INSS vai, ainda, implementar medidas que permitam às empresas com condições tecnológicas precárias, serem assistidas, permitindo que os carregamentos sejam efectuados nas agências de atendimento, postos disponíveis para o efeito ou através do portal electrónico. 

Leia mais em Jornal de Angola

Artigos relacionados
Angola

Supermercados Kero podem ter novos donos este ano

AngolaPolítica

Angola prevê vacinar 53 por cento da população

AngolaCultura

Projecto cultural cria espaços de recreação na comunidade

AngolaSociedade

Detida suspeita de abandonar recém-nascido na via pública em Luanda

Assine nossa Newsletter