Comércio atinge 101 mil milhões de US dólares em 2020

Comércio atinge 101 mil milhões de US dólares em 2020

As exportações do poderoso setor de agronegócio do Brasil aumentaram 6 por cento no ano passado, totalizando 45,3 mil milhões de dólares norte-americanos graças, principalmente, à procura da China, o maior cliente do país, que comprou mais de 67 mil milhões em produtos brasileiros

Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia brasileiro e mostram que em 2020 o comércio China-Brasil ultrapassou 101 mil milhões de dólares norte americanos.

As exportações brasileiras atingiram o nível recorde de 67,685 mil milhões de dólares norte americanos e as importações totalizaram 34,042 mil milhões.

De acordo com dados preliminares do Ministério da Economia, as exportações agrícolas representaram um quinto do total das vendas externas em 2020, e esse crescimento contrastou com uma queda nas exportações globais de 6,15 por cento.

A China, maior cliente do Brasil, que absorve um terço de exportações agrícolas do gigante sul americano, aumentou ligeiramente as compras de soja, representando no período 73 por cento do total das exportações brasileiras do grão.

A procura chinesa por oleaginosas brasileiras “está garantida no longo prazo”, disse à AFP o economista Gustavo Arruda, do BNP Paribas de São Paulo. O país asiático – depois de a gripe suína ter dizimado a respetiva produção – “está a reconstruir a produção suína de forma organizada e industrial” e “vai precisar de mais grãos” de soja.

As exportações de soja, principal produto do comércio exterior brasileiro, aumentaram 9,5 por cento em valor e 12 por cento em volume no ano passado. O gigante sul-americano, apesar da produção recorde, sofreu com a escassez de grãos e teve de importar 800 mil toneladas, seis vezes mais do que em 2019.

As exportações do Brasil para a China chegarão a 100 mil milhões por ano dentro de uma década, disse recentemente o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Artigos relacionados
BrasilEconomia

Pandemia reforça aproximação comercial entre Brasil e Ásia

ChinaEconomia

China destrona EUA como primeiro parceiro comercial da UE

LifestyleMundo

Whisky da ilha a que os portugueses chamaram Formosa descobriu Portugal

EconomiaMundo

Brexit: Câmara dos Lordes do parlamento britânico aprova acordo comercial com a UE

Assine nossa Newsletter