Cerca de 150 portugueses votaram antecipadamente em Timor-Leste para as Presidenciais portuguesas

Cerca de 150 portugueses votaram antecipadamente em Timor-Leste para as Presidenciais portuguesas

Cerca de 150 portugueses atualmente em Timor-Leste votaram antecipadamente nos últimos três dias na Embaixada de Portugal em Díli para as eleições presidenciais portuguesas, disse à Lusa fonte consular.

Portugueses que estão em Díli e recenseados em Portugal puderam exercer o seu direito de voto entre terça e quinta-feira, devendo os boletins ser agora enviados para Portugal, onde serão canalizados para as diferentes mesas eleitorais.

“Os boletins vão ser enviados da forma mais expedita possível e o Ministério dos Negócios Estrangeiros está a fazer um esforço para lidar com as várias situações causadas pela situação da pandemia. Timor-Leste é uma das situações de alta complexidade”, referiu.

“Já foi um processo complexo garantir que os boletins e demais materiais chegavam cá a tempo para o voto antecipado”, sublinhou.

Timor-Leste está atualmente no seu nono período de 90 dias de estado de emergência devido à covid-19, com restrições nos voos internacionais, entre outras, o que condiciona o envio de material de e para o país.

Os portugueses recenseados em Timor-Leste terão oportunidade de votar presencialmente nos dias 23 e 24 de janeiro, entre as 08:00 e as 19:00, com esses votos a serem contados localmente, explicou a mesma fonte.

“O escrutínio desses votos será feito cá. E depois haverá também um mecanismo de verificação com o envio dos boletins para cumprirem a tramitação legal”, disse.

Related posts
BrasilPolítica

Lula diz que pretende governar por um único mandato e descarta reeleição

BrasilPolítica

País com reta final eletrizante para a primeira volta das eleições

PolíticaSão Tomé e Príncipe

Eleições em São Tomé: Cenário político está bipolarizado entre MLSTP e ADI

BrasilPolítica

Lula mantém vantagem sobre Bolsonaro; pesquisa aponta estabilidade

Assine nossa Newsletter