China critica ordem executiva de Trump que bane aplicações chinesas

China critica ordem executiva de Trump que bane aplicações chinesas

Governo chinês acusou ontem os Estados Unidos de usarem indevidamente a segurança nacional como pretexto para prejudicarem empresas chinesas, depois de o Presidente norte-americano, Donald Trump, ter banido várias aplicações chinesas

Trump assinou na terça-feira uma ordem executiva que proíbe transações com as carteiras digitais chinesas Alipay e WeChat Pay e seis outras aplicações.

A ordem surge no âmbito de uma prolongada guerra comercial e tecnológica entre as duas maiores economias do mundo e acusações de espionagem, que resultaram na rápida deterioração das relações entre os EUA e a China.

A decisão de Trump surge também depois de a Bolsa de Valores de Nova Iorque ter anunciado, na semana passada, que iria remover três companhias de telecomunicações chinesas, para logo de seguida recuar naquela decisão.
“Este é outro exemplo do comportamento intimidatório, arbitrário e hegemónico dos EUA”, disse a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Hua Chunying.

Leia mais em Hoje Macau

Artigos relacionados
ChinaMundo

China adverte EUA sobre "preço alto" de possível visita a Taiwan da embaixadora na ONU

Editorial

Novo Normal: a anormalidade…

ChinaMundo

China culpa “mentiras” de políticos norte-americanos pela imagem negativa do país

Eleitos

Entre EUA e China, escolhemos Portugal!

Assine nossa Newsletter