Nem a vacina salva o turismo em 2021 - Plataforma Media

Nem a vacina salva o turismo em 2021

Banco Mundial melhorou previsões económicas para o ano passado, mas cortou na recuperação prevista para este ano. Entre as economias avançadas, zona euro é das mais afetadas.

As economias muito dependentes do turismo não poderão contar com este setor para recuperarem os níveis de atividade económica durante este ano. A indicação é dada pelo Banco Mundial nas previsões económicas mundiais divulgadas ontem.

“Vários setores de serviços vitais para a economia da região – em particular o turismo – permanecem deprimidos e não devem recuperar até que uma gestão eficaz da pandemia melhore a confiança na segurança das interações pessoais”, avisa a instituição sediada em Washington. Ou seja, economias muito dependentes dos serviços ligados ao setor do turismo, como o caso de Portugal, podem registar uma retoma mais lenta.

O impacto sem precedentes neste setor é avaliado comparando com outros eventos que afetaram ou causaram grande destruição económica, como o atentado terrorista em Madrid, no dia 11 de março de 2004 e a crise financeira global de 2008/2009. Em nenhum destes momentos o turismo sofreu uma destruição tão elevada. As projeções apontam para uma queda brutal das atividades ligadas a este setor de 98,4% na zona euro, ou seja, praticamente parou.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Related posts
EconomiaMundo

FMI e G20 abordam escassez de produtos e temores de inflação

ChinaEconomia

BM acusa diretora do FMI de pressionar para melhorar dados sobre China

EconomiaMundo

Banco Mundial suspende ajuda ao Afeganistão, 'muito preocupado' com as mulheres

BrasilEconomia

Salários serão afetados pela Covid por 9 anos no Brasil, diz Banco Mundial

Assine nossa Newsletter