"Falar do futuro no Brasil é falar da China, que deve ser tratada com respeito" - Plataforma Media

“Falar do futuro no Brasil é falar da China, que deve ser tratada com respeito”

Primeira mulher à frente da associação, Teresa Vendramini diz que queimadas são caso de polícia

Falar do futuro é falar da China, da demanda do principal parceiro comercial do país há mais de uma década, e o Brasil deve se comportar de maneira comercial e com muito respeito.

É assim que a pecuarista e socióloga Teresa Vendramini se refere às perspectivas do agronegócio brasileiro para este ano, após um 2020 repleto de desafios que resultaram em ganhos e perdas para o setor devido ao novo coronavírus.

Presidente da SRB (Sociedade Rural Brasileira) e primeira mulher a ocupar o cargo na centenária associação de produtores rurais, ela disse que movimentos de mulheres em todo o país não podem ser subestimados e que o agronegócio nacional mostrou durante a pandemia estar mais preparado do que se esperava para enfrentar a crise.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Artigos relacionados
BrasilChina

Alívio da tensão entre o governo Biden e a China vai afetar o agronegócio no Brasil

AngolaEconomia

Sector produtivo e Universidades em Angola acertam parceria no agronegócio

BrasilChina

Agronegócio tem espaço para crescer

BrasilChina

Como o pós-Covid-19 na China pode influenciar o Brasil

Assine nossa Newsletter