Maduro acusa Inglaterra, Portugal, Espanha e EUA de bloqueio de recursos para comprar vacinas - Plataforma Media

Maduro acusa Inglaterra, Portugal, Espanha e EUA de bloqueio de recursos para comprar vacinas

“Os recursos para comprar a vacina estão congelados e roubados por Inglaterra, Portugal, Espanha e Estados Unidos”, acusou o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

O Presidente da Venezuela denunciou, no domingo, um bloqueio em vários países de recursos que o Governo pretendia usar para adquirir vacinas contra a covid-19, responsável por mais de um milhar de mortes no país.

“Os recursos para comprar a vacina estão congelados e roubados por Inglaterra, Portugal, Espanha e Estados Unidos”, disse Nicolás Maduro, durante um balanço semanal sobre a luta contra a covid-19 na Venezuela.

Portugal, Espanha, Estados Unidos e Reino Unido integram o grupo de meia centena de países que não reconhecem a legitimidade de Maduro como Presidente venezuelano, por questionarem os resultados das eleições de maio de 2018, nas quais o líder socialista foi reeleito.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
MundoPolítica

Trump concede a venezuelanos nos EUA proteção contra deportação por 18 meses

BrasilPolítica

Manaus pode ter que recorrer a oxigênio da Venezuela, diz prefeito

BrasilMundo

Venezuela oferece oxigénio ao Amazonas após emergência em hospitais

Cabo VerdeMundo

Venezuela: Defesa escreve ao PR de Cabo Verde a pedir libertação de Alex Saab

Assine nossa Newsletter