"Sozinho em casa". Como vai ser o Natal do primeiro-ministro em São Bento - Plataforma Media

“Sozinho em casa”. Como vai ser o Natal do primeiro-ministro em São Bento

Nem assessores, nem adjuntos, nem secretárias – ninguém. Nem mesmo pessoal das cozinhas. Só polícias. O DN explica como vai ser o Natal “sozinho em casa” do primeiro-ministro na residência oficial de São Bento.

Obrigado a passar o Natal sozinho na sua casa oficial de São Bento, por razões de isolamento profilático, o primeiro-ministro poderá revisitar os clássicos televisivos da quadra natalícia – começando pelo Sozinho em Casa que todos os anos passa pelos ecrãs.

Desta vez o que a programação televisiva diz é que o canal por cabo AXN passará o Sozinho em Casa 2 nesta quinta-feira logo de manhã, a partir das 09.17 – mas com a box pode sempre repor o filme quando quiser. A sinopse diz que “o pequeno Kevin McCalister (Macaulay Culkin), outra vez sem a família, está agora em Nova Iorque, enquanto pais, tios, primos e irmãos voaram até à Florida para passarem um agradável Natal”.

Mas na verdade “sozinho, sozinho, ele não está, já que se reencontra com os famosos bandidos molhados (Joe Pesci e Daniel Stern), recentemente fugidos da prisão e desejosos de lhe deitar as mãos”.

O cenário de António Costa será bem diferente do do “pequeno Kevin McCalister”. Vai um mundo de diferenças do luxuoso Hotel Plaza de Nova Iorque para o palacete de São Bento – um antigo colégio que nos finais dos anos 30 do século passado Salazar expropriou às Escravas do Sagrado Coração de Jesus para fazer do edifício a sua residência oficial – e a de todos os chefes de Governo que se lhe seguiram desde então.

O palácio está preparado para os chefes do Governo lá viverem – mas na verdade só Salazar e Cavaco Silva o fizeram. Para todos os outros foi mero local de trabalho.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Primeiro-ministro testou negativo à Covid-19

MundoPortugal

Macron diagnosticado com covid-19 um dia após ter almoçado com António Costa

Guiné-BissauPortugal

Costa cancela visitas oficiais a São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau

Assine nossa Newsletter