Descoberta nova estirpe do SARS-CoV-2 no Rio de Janeiro - Plataforma Media

Descoberta nova estirpe do SARS-CoV-2 no Rio de Janeiro

Pesquisadores brasileiros descobriram uma nova linhagem do novo coronavírus em circulação no Rio. Ainda não há evidências de que ela possa ser mais transmissível ou letal, mas os cientistas defendem a ampliação do monitoramento genético do vírus para identificar a evolução da pandemia a partir de novas cepas.

A nova linhagem foi descoberta por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), órgão ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia, a partir do sequenciamento genético do vírus encontrado em 180 pacientes infectados pelo SARS-CoV-2 entre abril e novembro deste ano no Estado do Rio. A nova linhagem foi identificada em 38 amostras deste grupo.

O achado foi apresentado em artigo publicado no site do LNCC e submetido à plataforma online MedRxiv, portanto ainda sem revisão de outros cientistas. No texto, os especialistas explicam que a nova cepa nasceu a partir de cinco mutações na linhagem B.1.1.28, uma das predominantes no Estado do Rio. Eles destacam que a ocorrência da nova cepa pode estar relacionada ao aumento de casos observado a partir de outubro no Estado (e que também ocorre em todo o País).

Leia mais em IstoÉ.

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Artigos relacionados
LifestyleMundo

Viveu três meses em aeroporto dos EUA porque tinha medo da covid-19

PolíticaPortugal

Proibida venda ou entrega ao postigo exceto comida e permanência em jardins

PortugalSociedade

Portugal é o país com maior número de novos casos por milhão de habitantes

Portugal

Portugal regista novo máximo de mortes e de internamentos por Covid-19

Assine nossa Newsletter