Novo caso de violência. Cabo-verdiano acusa o SEF de agressões na sexta-feira - Plataforma Media

Novo caso de violência. Cabo-verdiano acusa o SEF de agressões na sexta-feira

O SEF garante que foi utilizada a “força estritamente necessária” para controlar o cabo-verdiano no Aeroporto de Lisboa.

Numa altura em que ainda ferve a polémica com a morte de Ihor Homenyuk, um cidadão cabo-verdiano acusa o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de violência, nas instalações do Centro de Instalação Temporária do Aeroporto de Lisboa, na sexta-feira.

O caso foi denunciado esta noite pelo jornal Público. Em comunicado enviado ao jornal, e também à TSF, o SEF reconhece que foi usada força, mas não mais do que a estritamente necessária.

O cabo-verdiano de 28 anos, Gilson Pereira, é claro na descrição que faz ao Público. Diz que lhe amarraram os pés, meteram-no em cima de uma cadeira de rodas, caiu no chão e depois meteram-lhe o joelho no pescoço. Gilson Pereira diz que “nenhum cão merece o que lhe fizeram”.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
PortugalSociedade

MP investiga queixa contra segurança privada ilegal no centro de detenção do SEF

PortugalSociedade

Família de ucraniano morto em Portugal deverá receber mais de 830 mil euros de indemnização

PortugalSociedade

Médico que fez autópsia de Ihor pode voltar a ser contratado por Instituto de Medicina Legal

PortugalSociedade

Inspetores do SEF esperam que videovigilância revele toda a verdade sobre morte no aeroporto

Assine nossa Newsletter