Brasil cai cinco posições no ranking de desenvolvimento humano no primeiro ano de Bolsonaro - Plataforma Media

Brasil cai cinco posições no ranking de desenvolvimento humano no primeiro ano de Bolsonaro

País passou do 79º lugar para o 84º, entre 189 nações avaliadas. Relatório da ONU de 2019 aponta desigualdades de género e renda

O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) no Brasil em 2019, o primeiro ano do governo Jair Bolsonaro (sem partido), teve um leve aumento. Porém, o resultado é insuficiente para promover um avanço do país no ranking global.

Pelo contrário: o Brasil perdeu cinco posições em um ano, saindo de 79ª colocação para 84ª entre 189 nações avaliadas.

Compõem o índice a expectativa de vida ao nascer, a escolaridade e a renda. O IDH do Brasil ficou em 0,765 em 2019, ante 0,762 em 2018, um acréscimo de 0,39%. No ano anterior, o índice foi de 0,761.

O crescimento é lento e reflete especialmente desigualdades de gênero e de renda, como apontam outros indicadores formulados pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento).

O ritmo vem derrubando o país no ranking global, de forma continuada.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Avaliação de Bolsonaro mantém-se no melhor nível, segundo Datafolha

BrasilMundo

Brasil fica de fora da conferência do clima e governo de Bolsonaro tenta reverter decisão

BrasilPolítica

Brasil facilita importação de revólveres e pistolas

Assine nossa Newsletter