Federer pode ficar de fora do Open da Austrália e não descarta reforma - Plataforma Media

Federer pode ficar de fora do Open da Austrália e não descarta reforma

O suíço Roger Federer, ausente do ténis durante boa parte da temporada de 2020 devido a duas operações a um joelho, reconheceu não ter a certeza de que irá participar no Open da Austrália e chegou até a considerar o fim da sua carreira

“É uma corrida contra o tempo. Claro, ajudaria se eu tivesse um pouco mais de tempo. Mas o Open será disputado em breve”, disse Federer sobre o torneio australiano numa cerimónia de prémios na Suíça, no domingo. 

O primeiro Grand Slam do ano, inicialmente previsto para 18 a 31 de janeiro, deve ser adiado para fevereiro devido a restrições sanitárias causadas pela pandemia de covid-19.

“Esperava estar 100% a partir de outubro. Mas não estou nesse nível, ainda hoje. Pode estar muito em cima da hora” para o Open da Austrália, explicou o tenista. 

Federer, de 39 anos, ainda alimentou especulações sobre o seu futuro ao citar uma possível retirada dos courts de ténis: “Se a minha carreira tivesse que acabar aqui, seria bom terminá-la com este prémio” (Federer recebeu um troféu por reconhecimento ao melhor atleta da Suíça dos últimos 70 anos), declarou o tenista, vencedor de 20 Grand Slams. 

Roger Federer, nascido em Basileia, na Suíça, não joga desde fevereiro de 2020, mês em que fez uma cirurgia no joelho direito.

Em junho, Federer revelou que foi submetido a uma operação complementar no mesmo joelho, o que o obrigou a cancelar o restante da temporada de 2020.

“Espero que ainda haja algo para mim no próximo ano. Veremos (…) Vamos com calma, mas os próximos dois, três meses serão muito importantes para mim”, alertou Federer, que está em 5º lugar no ranking da ATP. 

Naquele que pode ser o seu último ano no circuito, se conseguir recuperar, Federer vai tentar, para além do nono título em Wimbledon, o torneio olímpico de Tóquio, o único título importante que falta na sua coleção.

Artigos relacionados
Desporto

Nadal vence 13º Roland Garros e iguala recorde de Federer

Desporto

Federer supera craques do futebol e é o mais bem pago do mundo

Assine nossa Newsletter