Países lusófonos exportaram menos para Macau até outubro - Plataforma Media

Países lusófonos exportaram menos para Macau até outubro

Os países lusófonos exportaram menos 20,3%, para Macau nos primeiros dez meses do ano, em relação a igual período de 2019, informou hoje a Direção de Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC).

Os países lusófonos exportaram para o antigo território administrado por Portugal mercadorias no valor de 564 milhões de patacas (59 milhões de euros), indicou a DSEC em comunicado.

Por outro lado, os países lusófonos, até outubro, importaram produtos no valor de apenas 10 milhões de patacas (1,05 milhões de euros), um aumento de 725,5%, indicaram as autoridades de Macau.

No total, Macau exportou produtos avaliados em 8,65 mil milhões de patacas (909 milhões de euros), menos 18,1% se comparado com o período homólogo de 2019.

Por outro lado, importou 67,45 mil milhões de patacas (sete mil milhões de euros), menos 29,2%, em termos anuais.

O défice da balança comercial até outubro do corrente ano cifrou-se em 58,80 mil milhões de patacas (seis mil milhões de euros), face às 62,04 mil milhões de patacas (6,5 mil milhões de euros) em relação ao período homólogo de 2019.

Nos primeiros dez meses do ano, o valor total do comércio externo de mercadorias foi de 376,10 mil milhões de patacas (39 milhões de euros), menos 8,5%, do que o registado no mesmo período de 2019.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
ChinaMacau

Macau comemora 60 anos de ensino de português na China

EconomiaMacau

Novo reforço orçamental retira 8,1 mil milhões de patacas à reserva financeira de Macau

MacauPolítica

Governar sob o signo da pandemia

EconomiaMacau

Impacto da pandemia continua a dominar preocupações dos deputados

Assine nossa Newsletter