Doente de nacionalidade angolana evacuada de São Tomé e Príncipe - Plataforma Media

Doente de nacionalidade angolana evacuada de São Tomé e Príncipe

A cidadã angolana Jeanne Kamya Bravo da Costa, de 26 anos, que se encontrava internada, em estado crítico, numa unidade hospitalar de São Tomé e Príncipe, encontra-se em Luanda desde ontem.

A paciente chegou ao país por volta das 20h00,  num voo enviado pelo Estado angolano. Jeanne Bravo da Costa padece de problema renal. Encontrava-se na unidade dos cuidados intensivos do Hospital “Dr. Ayres de Menezes, na capital de São Tomé e Príncipe, desde o dia 20 deste mês.

De acordo com informações avançadas pelo hospital, Jeanne Bravo da Costa necessita, com urgência, de fazer hemodiálise, um procedimento que, segundo a unidade, não é realizado naquele país, por ausência de meios.”Por este motivo, recomenda-se a evacuação da mesma para o exterior o mais urgente possível, para um centro especializado em hemodiálise, devido à insuficiência renal aguda”, lê-se na nota informativa do hospital onde a cidadã angolana se encontrava internada.

Leia mais em Jornal de Angola.

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Situação "absolutamente insustentável" nos cuidados de saúde

ChinaSociedade

China regista primeira morte em oito meses

MundoSociedade

Primeiras vacinas da parceria global Covax devem chegar a África em março

PortugalSociedade

Frio soma-se à pandemia e entope urgências dos hospitais

Assine nossa Newsletter