Autópsia preliminar a Maradona confirma causa da morte e revela doença crónica no coração - Plataforma Media

Autópsia preliminar a Maradona confirma causa da morte e revela doença crónica no coração

Exames constatam que ex-jogador morreu de insuficiência respiratória aguda

O dia 25 de novembro de 2020 ficou marcado na história do mundo. O dia em que o futebol perdeu Diego Armando Maradona, que faleceu em Buenos Aires aos 60 anos. No início da madrugada de quinta-feira (26), relatórios preliminares da autópsia do craque argentino constataram a causa de sua morte.

De acordo com as informações do exame, Diego Maradona morreu por insuficiência cardíaca aguda. Além disso, foi constatado que o argentino era um paciente com cardiomiopatia dilatada e insuficiência cardíaca congestiva, uma doença crônica no músculo do coração, que causou um grave edema pulmonar.

Leia mais em IstoÉ.

Artigos relacionados
DesportoSociedade

Quebra de receitas já ascende a 276 milhões de euros no futebol profissional em Portugal

BrasilPolítica

Presidente da Argentina recebe enviado de Bolsonaro

Desporto

Guarda-redes Tom King marca golo a 96,01 metros e entra no Guiness Book

DesportoPortugal

Braga elimina Benfica e está na final da Taça da Liga

Assine nossa Newsletter