Encontro de guarda-redes negros na Champions é exemplo raro na elite europeia - Plataforma Media

Encontro de guarda-redes negros na Champions é exemplo raro na elite europeia

Superficialmente, as vitórias do Chelsea sobre o Rennes na Champions League nas últimas semanas foram só mais um daqueles exercícios dispensáveis que preenchem a agenda da fase de grupos do torneio.

O franco favorito Chelsea –um time com muito mais poder de fogo financeiro, um elenco mais amplo e ambições maiores– venceu com facilidade.

Para quem não tinha interesse pelo resultado, haverá pouco motivo para recordar as partidas. E no entanto, esses jogos foram uma raridade não só na Champions League, como na elite do futebol europeu em geral.

Surpreendente e perturbadoramente, talvez essas sejam as duas únicas partidas da Champions League em que veremos os dois times escalando goleiros negros: Édouard Mendy, 28, adquirido pelo Chelsea em setembro, e Alfred Gomis, o homem que o substituiu no Rennes.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
Desporto

Morreu Maradona, o 'deus' do futebol

MundoSociedade

Maradona morre na mesma data que amigo Fidel Castro

Desporto

A reação de Cristiano Ronaldo à morte de Diego Maradona

Assine nossa Newsletter