China testa milhões e impõe bloqueios após detetar surtos em três cidades

China testa milhões e impõe bloqueios após detetar surtos em três cidades

À medida que as temperaturas caem, medidas em grande escala estão a ser implementadas nas cidades de Tianjin, Xangai e Manzhouli. Após a deteção de vários casos transmitidos localmente, as autoridades optam por testes em massa, a imposição de bloqueios e o encerramento de escolas.

As autoridades chinesas estão a testar milhões de pessoas, a impor bloqueios e a fechar escolas depois de vários casos do novo coronavírus transmitidos localmente terem sido diagnosticados nos últimos dias, em três cidades.

À medida que as temperaturas caem, medidas em grande escala estão a ser implementadas nas cidades de Tianjin, Xangai e Manzhouli, apesar do baixo número de novos casos, em comparação com os Estados Unidos e vários países europeus.

Muitos especialistas e funcionários do Governo chinês alertaram que o vírus se alastra mais em climas frios. Os recentes surtos mostraram que existe o risco de o vírus retornar, apesar de ter sido amplamente controlado na China.

A Comissão Nacional de Saúde relatou dois novos casos transmitidos localmente em Xangai, nas últimas 24 horas, elevando o total para sete, desde sexta-feira.

Leia mais em Diário de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MundoPolítica

Líderes do G20 prometem acesso às vacinas da covid-19 para ricos e pobres

ChinaMundo

Covid-19: Estudo italiano afasta China como berço do vírus

ChinaMundo

Europeus olham para a China com desconfiança, mas portas permanecem abertas

Assine nossa Newsletter