Donos do VAR pedem "cessação imediata" da utilização da tecnologia - Plataforma Media

Donos do VAR pedem “cessação imediata” da utilização da tecnologia

Proprietários do videoárbitro farão “um pedido sério a todas as entidades que utilizam o VAR sem o seu consentimento, a fim de exigir a cessação imediata do uso do nome da marca, da patente e tecnologia”.

O videoárbitro tem-se tornado “presença” habitual nos jogos de futebol um pouco por todo o mundo e, nas competições nas quais não foi utilizado, muitos foram os que pediram a sua ação, ao considerarem erradas várias decisões das equipas de arbitragem.

Agora, os proprietários do VAR – Antonio Ibañez de Alba (criador e proprietário da propriedade intelectual do VAR desde 1995) e Miguel Angel Galan (proprietário da propriedade industrial da marca), segundo o jornal As, terão assinado um acordo para reclamar à Mediapro, Hawk-Eye, FIFA, UEFA e Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), entre outras federações de futebol, “a cessação imediata da utilização” da referida tecnologia.

Leia mais em O Jogo

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
DesportoMundo

Notícia no Uruguai: Darwin Nuñez testa positivo à covid-19

DesportoMundo

NBA: Anthony Edwards é a primeira escolha do draft pelos Wolves para a próxima época

BrasilDesporto

Brasil testa evolução da seleção portuguesa de râguebi sob o comando de Lagisquet

Assine nossa Newsletter