O meu encontro perfeito - Plataforma Media

O meu encontro perfeito

Chega-se à conclusão de que os dias de romance já se foram, quando a única coisa que a esposa diz antes de o marido sair de casa de manhã foi “estamos sem manteiga”.

Isso te leva de volta aos bons velhos tempos, quando havia tanto para explorar na cidade e uns dos outros quando você levava alguém para sair.

O meu encontro perfeito deve ser numa livraria. Eu sei o que está a pensar…mas não. De facto, não é uma chance de se exibir para uma rapariga. Muito pelo contrário, o local oferece uma oportunidade sem precedentes de conhecer a sua companhia. Qual é o primeiro título que chama a sua atenção? Qual era o romance favorito dela no colégio? Deixe que lhe conte tudo sobre o tempo que passou nas bibliotecas e a ler na cama. Observe os olhos dela a brilharem ao encontrar algo interessante e a perceber o que ela não gosta.

A melhor parte é que tudo acontece espontaneamente. No caso infeliz de seu encontro não ser exatamente o tipo de leitura, por favor mude para a sessão de manga e finja que não gosta de Sailor Moon e deixe-a discutir com você. Ou se ela for mais do tipo progressista, pergunte-lhe sobre Beauvoir e admire um sermão por fazer parte do patriarcado. Isto é muito melhor do que ir ao cinema porque a possibilidade de tópicos é infinita e apresentam-se naturalmente.

Leia mais em inglês

*Colunista do PLATAFORMA

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter