População de Macau em queda - Plataforma Media

População de Macau em queda

A população de Macau era, no final de terceiro trimestre, de 682.800 pessoas, menos 2.600 do que no trimestre anterior, devido à diminuição dos trabalhadores não-residentes que ficaram sem trabalho devido à pandemia.

Macau registou o primeiro caso da covid-19 no território em 22 de janeiro e, desde então, a economia, altamente dependente do turismo, encontra-se praticamente paralisada, com os operadores de jogo a dispensarem milhares de trabalhadores, na esmagadora maioria trabalhadores não-residentes e oriundos do Sudeste Asiático.

Esta diminuição é “devida principalmente ao número de trabalhadores não-residentes que viviam em Macau ter caído”, justificaram hoje as autoridades em comunicado.

“Existiam 181.697 trabalhadores não-residentes no fim do trimestre em causa, menos 4.730, face ao fim do trimestre passado”, detalharam as autoridades hoje em comunicado, referindo-se aos trabalhadores não-residentes, cuja autorização de permanência no território está dependente de um contrato de trabalho válido.

No final do mês de outubro, as autoridades anunciaram que Macau tinha menos 11.773 trabalhadores não-residentes em setembro de 2020, comparativamente a igual mês do ano passado.

Macau registou desde o início da pandemia 46 casos. Atualmente não tem qualquer caso ativo e nunca identificou um surto local.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
ChinaSociedade

"A China vai começar a perder população e será uma potência mais fraca"

PortugalSociedade

Portugal entre os países da Europa onde se nasce menos

PortugalSociedade

Mais velhos, mais instruídos e um pouco menos pobres: retrato da população portuguesa

AngolaSociedade

50 por cento dos angolanos tem menos de 18 anos

Assine nossa Newsletter