Ditador da Bielorrússia condena Miss a 12 dias de prisão por ir a manifestação - Plataforma Media

Ditador da Bielorrússia condena Miss a 12 dias de prisão por ir a manifestação

A ex-secretária de imprensa do Dínamo de Brest —clube de futebol da primeira divisão bielorrussa— e miss Bielorrúsia 2008, Olga Khizhinkova, 26, foi condenada nesta quarta a 12 dias de prisão por ter participado de protestos contra o ditador bielorrusso, Aleksandr Lukachenko

Ela foi detida no último domingo (8), um dos dias de maior repressão do regime desde que começaram os atos contra fraude nas eleições presidenciais, em 9 de agosto. Mais de mil pessoas foram presas naquele dia, segundo entidades de direitos civis.

Lukachenko, no poder há 26 anos, afirmou que não deixará o cargo. Nos últimos três meses, as tropas de choque já fizeram cerca de 20 mil detenções e ao menos três pessoas foram mortas nos primeiros dias de repressão violenta às manifestações.

Mais de 900 casos criminais já foram abertos pela ditadura contra opositores do regime. Há cerca de 2.000 relatos de tortura, segundo a jornalista bielorrussa Hanna Liubakova, dos quais ao menos 500 foram documentados pela organização de direitos humanos Viazna; nenhum caso criminal foi aberto contra policiais.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
MundoPolítica

União Europeia inclui ditador da Bielorrússia em lista de sanções

MundoPolítica

União Europeia chega acordo e anuncia sanções contra a Bielorússia

MundoPolítica

Bielorrússia: Putin diz a Macron que tentativas de interferência são inaceitáveis

MundoSociedade

Bielorrússia fecha fronteiras e coloca exército em alerta

Assine nossa Newsletter