Bolsonaro revoga condecoração de embaixadora por ter agredido empregada - Plataforma Media

Bolsonaro revoga condecoração de embaixadora por ter agredido empregada

O presidente Jair Bolsonaro revogou a condecoração concedida à embaixadora das Filipinas no Brasil, Marichu Mauro. As informações são da Nathália Pase, da BandNews FM

A decisão publicada no Diário Oficial da União de hoje retira o título recebido pela embaixadora, no dia 7 de outubro.

À época, Marichu recebeu a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul – a mais alta condecoração brasileira atribuída a cidadãos estrangeiros, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores.

A medida ocorre após a divulgação de cenas de agressões de Marichu contra uma empregada doméstica, na residência diplomática, no Distrito Federal.

Segundo o decreto, “Tornar sem efeito o Decreto de 6 de outubro de 2020 […] referente à admissão, na Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, no grau de Grã-Cruz, de Marichu Barredo Mauro, Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária da República das Filipinas”.

Leia mais em Band

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Onda antipolítica de 2018 perde fôlego, e candidatos bolsonaristas encalham nas capitais

BrasilPolítica

Bolsonaro ignora brigas e diz ter ‘os melhores ministros da história do Brasil’

BrasilPolítica

Bolsonaro afirma que vai "erradicar o comunismo" do Brasil

Assine nossa Newsletter