No Brasil, uma pessoa é violada a cada oito minutos - Plataforma Media

No Brasil, uma pessoa é violada a cada oito minutos

Estupro ainda é tema tabu, mas reflete os desafios que precisamos enfrentar na construção de cidades mais humanas e seguras

Há poucos dias, foi lançado o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2020, que, entre outras coisas, nos mostrou que estamos falhando, e muito, no cumprimento do nosso dever de proteger, sobretudo, as crianças. Os dados até então disponíveis apontavam que, no Brasil, a cada 11 minutos uma pessoa era estuprada.

Hoje, o crime é registrado a cada oito minutos. 85,7% das vítimas são mulheres; 57,9% têm menos de 13 anos; 70,5% são vulneráveis e, em 84,1% dos casos, a vítima é abusada por pessoas próximas a ela e à sua família. Já passou da hora desse tema deixar de ser tabu.

O caso da gravidez e abortamento por uma menina de 10 anos deu visibilidade a uma realidade que, infelizmente, a sociedade se esforça por ignorar.

Em 2020, 40 meninas com até 10 anos fizeram um aborto, todas vítimas de estupro. De 2000 a 2018, 18 meninas de até 14 anos morreram por complicações no procedimento.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Artigos relacionados
SociedadeTimor-Leste

Polícia timorense deteve suspeito de matar mulher que defendia filha de violação

MoçambiqueSociedade

Polícia moçambicana regista recorde de abuso de menores por idosos em Manica

MoçambiqueSociedade

Moçambicano condenado a 40 anos por violar duas filhas menores

SociedadeTimor-Leste

Aumentaram queixas de crimes de violência sexual e abusos de menores em Timor-Leste

Assine nossa Newsletter