Calendário de Fórmula 1 terá novo máximo de 23 corridas em 2021

por Filipa Rodrigues
O Jogo

Calendário excede os 22 grandes prémios programados para 2020

O calendário proposto para 2021 do campeonato do mundo de Fórmula 1 inclui 23 corridas, um novo máximo histórico que inclui uma prova na Arábia Saudita e várias sequências de três fins de semana seguidos com grandes prémios.

Vários diretores de equipa falaram, esta sexta-feira, sobre este plano, na véspera da qualificação para o Grande Prémio de Emília Romagna, em Imola, um traçado que regressa após longa ausência, a exemplo com o que aconteceu com o passado Grande Prémio de Portugal, disputado no estreante circuito de Portimão.

Para 2021, está previsto um número recorde de provas, acima dos 22 programados para 2020, plano gorado devido à pandemia de covid-19, que reduziu o Mundial a 17 corridas, uma delas em solo luso.

“São 23 semanas fora de casa. Estamos a chegar a um ponto de saturação tal, que exigiria duas equipas” de apoio, criticou Christian Horner, que dirige a equipa da Red Bull.

Leia mais em O Jogo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!