Viaturas roubadas em Luanda são vendidas a um milhão de kwanzas - Plataforma Media

Viaturas roubadas em Luanda são vendidas a um milhão de kwanzas

Manhã de uma sexta-feira. O relógio marca sete horas. Rosa Bento sai de casa, na Samba, a caminho do serviço, ao volante da sua viatura, um Hyundai i10. O dia corre muito bem para Rosa, que tem muitos planos para o dia seguinte, sábado, como ir visitar uma irmã e uma tia que andam doentes

Ao regressar a casa, por volta das 20 horas, depois do  jantar, foi descansar, com os planos traçados para sábado de manhã sair muito cedo. Por volta da uma hora da madrugada, Rosa Bento, mãe de dois filhos,  ouve um barulho no portão e  acorda o marido. Os dois olham pela janela e notam um grupo de cerca de 10 pessoas, armadas, no interior do quintal. De repente, as portas e janelas são arrombadas e, em poucos minutos, os meliantes estão no interior da residência. O marido de Rosa, Januário Simão, ainda pegou no telefone para chamar pela Polícia. Sem sucesso.

Os meliantes entram no quarto e ordenam o casal  que fique calado e que entregue dinheiro e outros bens. O casal, traumatizado, treme da cabeça aos pés, principalmente, quando vê a arma apontada na direcção dos dois.
Os meliantes retiram  o televisor, dinheiro, relógios, fios de ouro e vários artigos de valor, incluindo a viatura. Os assaltados imploram para não serem mortos e os bandidos, satisfeitos com o produto da incursão, abandonam a casa com os pertences alheios.

Leia mais em Jornal de Angola.

Artigos relacionados
BrasilMundo

Brasileira é morta à facada na Guiana Francesa e irmã é avisada por telefone

BrasilSociedade

Polícia brasileira detém funcionária do Carrefour envolvida na morte de cidadão negro

ChinaHong Kong

Recompensa de 10 milhões por criminosos que atacaram amigo de Jack Ma em Hong Kong

MundoSociedade

Pelo menos 13 mortos em dois massacres na Colômbia

Assine nossa Newsletter