Aulas no apocalipse do Iémen. Quando a escola é uma cratera aberta - Plataforma Media

Aulas no apocalipse do Iémen. Quando a escola é uma cratera aberta

Na cidade de Taez, no Iémen, as crianças começaram o ano escolar numa sala de aulas improvisada, esqueleto de um edifício bombardeado por um ataque aéreo há um ano. A lembrar-nos a dura realidade de um país em guerra civil desde 2014

Mais de 100.000 pessoas morreram desde 2014 na guerra civil do Iémen, tão devastadora como a da Síria. Pelo menos 85.000 iémenitas morreram de fome. E é neste contexto apocalíptico que nos chegam imagens de uma escola improvisada na cidade de Taez, no Iémen, onde as crianças começaram o ano escolar a ter aulas num edifício de cratera aberta.

AHMAD AL-BASHA / AFP

O prédio fora bombardeado por um ataque aéreo há um ano e é nessa estrutura suspensa que as crianças aprendem a ler, escrever e contar.

AHMAD AL-BASHA / AFP
Related posts
Sociedade

Metade das crianças do Iêmen sofrerão desnutrição em 2021, alerta a ONU

PortugalSociedade

Fecha tudo. Escolas e universidades em casa a partir de sexta-feira

PortugalSociedade

Presidente da Câmara de Cascais aconselha pais a não deixarem filhos ir à escola

BrasilSociedade

Família faz queixa na polícia contra escola que tapou foto de aluna negra em publicidade

Assine nossa Newsletter