Governo desviou 7,5 milhões doados para testes Covid para programa solidário de Michelle Bolsonaro - Plataforma Media

Governo desviou 7,5 milhões doados para testes Covid para programa solidário de Michelle Bolsonaro

O governo do presidente Jair Bolsonaro desviou a finalidade de R$ 7,5 milhões doados especificamente para a compra de testes rápidos da Covid-19 e passou essa verba ao programa Pátria Voluntária, liderado pela primeira-dama, Michelle

No dia 23 de março, a Marfrig, um dos maiores frigoríficos de carne bovina do país, anunciou que doaria esse valor ao Ministério da Saúde para a compra de 100 mil testes rápidos do novo coronavírus.

Naquele momento, o Brasil enfrentava as primeiras semanas da pandemia e a falta desse material, enquanto a OMS (Organização Mundial da Saúde) orientava testar a população.

Dois meses depois, no dia 20 de maio, segundo a empresa disse por escrito à Folha, a Casa Civil da Presidência da República informou que o dinheiro seria usado “com fim específico de aquisição e aplicação de testes de Covid-19”.

No dia 1º de julho, no entanto, com o dinheiro já transferido, o governo Bolsonaro consultou a Marfrig sobre a possibilidade de utilizar a verba não mais nos testes, mas em outras ações de combate à pandemia. Os recursos foram então parar no projeto Arrecadação Solidária, vinculado ao Pátria, de Michelle Bolsonaro.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
BrasilChina

Bolsonaro desmente ministro da Saúde e diz que Brasil não vai comprar vacina da China

BrasilPolítica

Vacina contra Covid “não será obrigatória e ponto final”, diz Bolsonaro

BrasilPolítica

Bolsonaro pede a Deus reeleição em 2022

BrasilDesporto

Robinho se diz perseguido pela Globo como Bolsonaro e diz que vai marcar gol e homenagear presidente

Assine nossa Newsletter