EUA pedem ao papa "coragem" para fazer face à China - Plataforma Media

EUA pedem ao papa “coragem” para fazer face à China

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, pediu hoje ao papa Francisco “coragem” para combater as perseguições religiosas, particularmente face à China, com a qual o Vaticano está prestes a renovar um acordo sobre a nomeação de bispos.

“Apelo a todos os líderes religiosos que encontrem a coragem para enfrentar as perseguições religiosas das suas próprias comunidades e de outros tempos”, disse Pompeo num seminário, em Roma, em que participou também o arcebispo britânico Paul Gallagher, encarregado das relações do Vaticano com outros Estados.

Pompeo fez fortes críticas à China, que acusa de reprimir as minorias católicas e muçulmanas, acrescentando que “os dirigentes cristãos devem defender os seus irmãos e irmãs”.

“Em nenhum outro lugar como na China a liberdade de culto é tão atacada”, disse o chefe da diplomacia norte-americana, que citou em vários momentos o empenho do papa João Paulo II em relação ao bloco soviético, nos anos 1980, em nome do que o papa polaco considerava “o risco da liberdade”.

“Possa a Igreja, e todos os que sabem que um dia prestaremos contas a Deus, ser tão audaciosa nesta nossa época”, afirmou.

As relações entre os Estados Unidos e o Vaticano são tensas desde a assinatura, em setembro de 2018, de um histórico acordo provisório entre o Vaticano e a China sobre a nomeação de bispos.

A China e Vaticano romperam os laços diplomáticos em 1951, depois de Pio XII excomungar os bispos designados pelo Governo chinês.

Os católicos chineses dividiram-se então entre duas igrejas: a Associação Católica Patriótica Chinesa, aprovada por Pequim, e a clandestina, que continuou fiel ao Vaticano.

Mike Pompeo não vai encontrar-se com o papa Francisco nesta visita a Roma, sendo recebido pelo “número dois” do chefe da Igreja Católica, Pietro Parolin.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
Sociedade

Vaticano vai vacinar na Páscoa 1.200 pessoas pobres e marginalizadas

Política

Papa corta salários dos cardeais e membros da Cúria Romana

MundoSociedade

Mulher de narcotraficante "El Chapo" detida nos EUA

MundoReligião

Covid-19: Vaticano pode sancionar com demissão quem não quiser ser vacinado

Assine nossa Newsletter