Presidenciais: Comité central do PCP decide hoje candidata ou candidato - Plataforma Media

Presidenciais: Comité central do PCP decide hoje candidata ou candidato

O comité central do PCP decide hoje, em Lisboa, o candidato ou candidata do partido às eleições de presidenciais de 2021.

Se a escolha da candidata for uma mulher, será a primeira vez que o PCP o fará desde as eleições de 1976.

Depois de aprovado, e anunciado pelo secretário-geral do PCP, o candidato será apresentado, oficialmente, na quinta-feira, 17 de setembro, numa cerimónia em Lisboa.

Na terça-feira, o secretário-geral dos comunistas excluiu-se de uma candidatura presidencial (a que concorreu duas vezes, em 1996 e 2006) e anunciou, sem “dar nenhuma informação apressada” que, “com certeza” o partido terá “outro candidato, outra candidata que será anunciado talvez no dia 12, mais coisa menos coisa”.

“Eu candidato? Costuma-se dizer que não há duas sem três, mas já participei nessas batalhas”, respondeu aos jornalistas, com uma risada, quando interrogado na terça-feira se sentia “o impulso” de voltar a concorrer.

Desde as primeiras presidenciais no pós-25 de Abril, em 1976, que deram a vitória ao general Ramalho Eanes, até hoje os comunistas apresentaram sempre candidatos às eleições presidenciais, de dirigentes muito próximos da liderança, desistiu por três vezes e dois deles foram mais tarde secretários-gerais – Carlos Carvalhas e Jerónimo de Sousa.

A seis meses do fim do mandato do atual Presidente da República, são já oito os pré-candidatos ao lugar de Marcelo Rebelo de Sousa, apesar de o nome de um deles ainda ser uma incógnita, o do PCP precisamente.

São eles o deputado André Ventura (Chega), o advogado e fundador da Iniciativa Liberal Tiago Mayan Gonçalves, o líder do Partido Democrático Republicano (PDR), Bruno Fialho, a eurodeputada e dirigente do BE Marisa Matias, a ex-deputada ao Parlamento Europeu e dirigente do PS Ana Gomes, Vitorino Silva (mais conhecido por Tino de Rans), o ex-militante do CDS Orlando Cruz e no sábado será conhecido o candidato apoiado pelo PCP.

Marcelo Rebelo de Sousa, eleito em 2016, ainda não revelou se vai recandidatar-se, remetendo uma decisão “lá para novembro”.

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Estado vai "poupar" cerca de 2,8 milhões com as Presidenciais

PolíticaPortugal

Oficial: Marcelo Rebelo de Sousa reeleito Presidente da República de Portugal

PolíticaPortugal

Eleições em Portugal serenas com afluência matinal maior do que em 2016

PolíticaPortugal

Covid impede 45 mil eleitores infetados de votar nas presidenciais

Assine nossa Newsletter