As festas VIP onde não se usa máscara - Plataforma Media

As festas VIP onde não se usa máscara

De Nova Iorque à Riviera francesa ou às ilhas gregas, a tendência VIP é realizar festas e oferecer testes de covid-19 aos convidados. Para que os eventos não obriguem ao uso de máscara. Especialistas apontam que a tendência não é totalmente segura e levanta questões éticas.

É uma tendência entre os famosos e mais ricos. Organizam festas privadas em que os convidados fazem todos testes à covid-19 para que não seja necessário usar máscaras nos convívios nas zonas onde se juntam os mais ricos ou influentes do planeta, como a Riviera francesa, Nova Iorque ou as ilhas gregas. As elites recorrem a testes de PCR ou mesmo a testes rápidos. Mas esta medida preventiva não é garantia de segurança, alertam os profissionais de saúde, além de levantar questões éticas.

No passado fim de semana, em dezenas de relatos de influencers de moda de todo o mundo, uma imagem paradisíaca foi repetida, segundo o jornal El Pais. Em jatos privados, muitas celebridades rumaram a França para comemorar o duplo aniversário do fotógrafo Dylan Don e do empresário Carl Hirschmann numa villa na Riviera Francesa. Entre os convidados, estava uma influencer espanhola Miranda Makaroff, que até é conhecida por ser anti-vacinas. “Todas as pessoas que foram convidadas passaram no cobiçado teste alguns dias antes e esta era uma área de dança segura. Dançamos muito! Precisávamos disto, para os nossos corações e almas”, postou na sua conta no Instagram.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Costa afasta cerca sanitária ou confinamento em Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira

BrasilPolítica

Ministro da Saúde do Brasil está infetado com coronavírus

DesportoMundo

Ronaldo está completamente careca. Será por causa da Covid?

EconomiaMoçambique

Moçambique recebeu quase 400 milhões de euros dos parceiros internacionais em ajudas Covid

Assine nossa Newsletter