Início Desporto As dez curvas para a glória de Miguel Oliveira

As dez curvas para a glória de Miguel Oliveira

Miguel Pataco

Foi na Áustria que Miguel Oliveira ofereceu a Portugal a primeira vitória de sempre no Campeonato do Mundo de MotoGP, graças a uma dupla ultrapassagem à entrada da reta da meta, já na última volta, que vai ficar para a história da disciplina. Inspirados pelas dez curvas que compõem o traçado de Red Bull Ring, eis os dez principais momentos da carreira de um Falcão das duas rodas que, graças à forma cerebral como corre, já é conhecido como o Einstein do paddock.

Curva 1

Catar, 20 de março de 2011
Faz a estreia no mundial de velocidade, ainda nas velhinhas 125 cc, e mostra de imediato toda a qualidade, fechando a corrida no décimo lugar e somando os primeiros pontos de uma carreira construída com passos seguros e sem saltar qualquer etapa.

Curva 2

Portugal, 1 de maio de 2011
Corre pela primeira vez em Portugal integrado no Mundial de motociclismo. No Circuito do Estoril, foi o terceiro mais rápido na qualificação e conseguiu o sétimo lugar na corrida. Este ano, Oliveira e o MotoGP regressam ao nosso país, com o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, a receber a última corrida da época, a 22 de novembro.

Curva 3

Barcelona, 3 de junho de 2012
Já aos comandos de uma Suter Honda e no novo campeonato de Moto3, estreia-se numa subida ao pódio. Depois de três desistências consecutivas, termina o Grande Prémio da Catalunha no terceiro posto e abre o champanhe pela primeira vez.

Leia mais em Jornal de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!