Governo e PAN vão discutir Rendimento Básico de Emergência. - Plataforma Media

Governo e PAN vão discutir Rendimento Básico de Emergência.

António Costa “não recusou liminarmente” proposta que hoje o PAN levou para S.Bento, no início de reuniões sobre o próximo Orçamento do Estado. Próximo passo são conversas técnicas.

Um Rendimento Básico de Emergência (RBE), de valor ainda não estipulado mas que terá em conta o limiar de pobreza e o salário mínimo, que beneficie todos aqueles que, atingidos pela crise económica e social provocada pelo covid-19, não se encontram no entanto elegíveis para receber prestações sociais de compensação.

Esta foi uma das principais propostas que o PAN levou hoje ao encontro que teve em S. Bento com o primeiro-ministro. Da parte do PAN esteve presente todo o grupo parlamentar: André Silva, Inês Sousa Real (líder parlamentar) e Bebiana Cunha; e da parte do Governo, além do primeiro-ministro, o ministro das Finanças, João Leão, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, e o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro.

A mesma equipa governamental recebeu também delegações do PEV e do BE – tudo com o objetivo de começar a preparar a discussão do Orçamento do Estado (OE2021).

António Costa está também apostado na criação de uma Geringonça 2, ou seja, um acordo escrito do PS com os partidos à sua esquerda (PAN incluído, que entre 2015 e 2019 não integrou formalmente a Geringonça 1) que dê sustentabilidade maioritária ao Governo até ao final da legislatura (2023).

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter