Auxílio emergencial impede que 23,5 milhões caiam na pobreza - Plataforma Media

Auxílio emergencial impede que 23,5 milhões caiam na pobreza

Estudo mostra também que medidas do governo levam à redução temporária da desigualdade.

Programas emergenciais para enfrentamento da pandemia da covid-19 levaram à redução temporária da desigualdade no Brasil, aponta estudo. O auxílio emergencial, por exemplo, evitou a queda de 23,5 milhões de brasileiros para a pobreza.

Outras 5,5 milhões de pessoas tiveram aumento de renda com a ajuda do governo –o impacto total é sobre ao menos 29 milhões de brasileiros.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Assine nossa Newsletter