Onda de raptos a empresários em Moçambique espalha o medo e mina os negócios - Plataforma Media

Onda de raptos a empresários em Moçambique espalha o medo e mina os negócios

O mais recente foi o rapto de Artur Magaia, dono da empresa Empatel Serviços Aduaneiros, na terça-feira, do bairro onde vive em Maputo. A Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) alerta para uma vaga de crimes que espalha o “terror” e “mina o ambiente de negócios”

A onda de raptos a empresários em Moçambique está a alarmar o setor e a prejudicar seriamente o ambiente de negócios. O último empresário a ser vítimas de rapto foi Artur Magaia, dono da Empatel Serviços Aduaneiros, levado por desconhecidos do Bairro Belo Horizonte, onde vive, às 19.30 da última terça-feira.

Em declarações ao jornal Carta de Moçambique, Álvaro Massinga, vice-presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), expressou a consternação do setor com esta criminalidade. “Queremos aqui repudiar o recente rapto de um empresário, o que aumenta o clima de terror e medo no seio da classe empresarial”. Massinga sublinha que estes raptos são uma preocupação da classe empresarial e “minam o ambiente de negócios”.

A Confederação quer fazer parte da solução e coloca-se ao dispor das autoridades para “colaborar na definição das medidas básicas de segurança para os empresários” por forma a “minimizar a possibilidade de raptos”.

Recorde-se que o presidente da CTA, Agostinho Vuma, foi vítima de um atentado no dia 11 de julho. Massinga garantiu que Vuma está totalmente recuperado, ainda a cumprir recomendações médicas. Os responsáveis pelo atentado continuam a monte.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
Moçambique

Desaparecimento de jornalista ruandês em Maputo ressuscita fantasma do passado

MoçambiqueSociedade

Moçambique inaugura hoje expansão da rede de água da região de Maputo

MundoSociedade

Centenas de meninas raptadas em escola na Nigéria

MoçambiqueSociedade

Advogados moçambicanos denunciam detenções abusivas da polícia

Assine nossa Newsletter