Opinião dos docentes deve ficar fora das salas de aula, diz governante - Plataforma Media

Opinião dos docentes deve ficar fora das salas de aula, diz governante

O diretor dos Serviços do Ensino Superior, Sou Chio Fai, considera que a política não deve entrar nas universidades. No programa Rádio Macau Entrevista, o director reconhece que os docentes têm direito às suas opiniões, mas “não devem manifestá-las dentro das salas de aula”.

“A política não deve entrar no campus universitário. O campus universitário e as instituições de ensino superior são para formar os quadros. Não só para proporcionar conhecimento profissional, mas também experiências de trabalhar juntos. E ainda formar a capacidade de pensamento crítico e também incentivar a criatividade. É isto que o campus universitário deve fazer. Qualquer cidadão tem a liberdade de manifestar a sua posição, mas não deve ser um professor universitário a ensinar ou influenciar os alunos e outros colegas com as suas posições. Manifestar posições políticas não deve ser no campus universitário. Há um consenso entre as instituições de ensino superior sobre este aspecto”, afirma Sou Chio Fai.

Entrevistado pelo jornalista Gilberto Lopes, o director declinou comentar o caso a envolver a Universidade de São José e o ex-professor Éric Sautedé e a retirada de livros ou jornais das bibliotecas universitárias, tendo, contudo, afirmado que os Serviços do Ensino Superior “nunca transmitiram qualquer instrução nesse sentido” às instituições de ensino.

Ler mais em TDM

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
FuturoPortugal

Politécnico português formaliza parceria com a gigante chinesa Huawei

PortugalSociedade

Quase 40% dos portugueses entre os 25 e os 34 anos são licenciados

MacauPortugal

Macau: Maioria dos alunos não quer regressar a Portugal

MacauSociedade

Macau: Ensino Superior arranca sem 15 professores estrangeiros

Assine nossa Newsletter