Turismo e restauração: Sucessor do lay-off simplificado é insuficiente - Plataforma Media

Turismo e restauração: Sucessor do lay-off simplificado é insuficiente

O turismo e a restauração estão com quebras profundas de faturação. Num verão atípico, praticamente sem estrangeiros, a associação setorial sustenta que “sucedâneo” do regime “não vai resolver nada”.

Tanto o turismo e restauração, como o comércio e serviços, que pediam um prolongamento do lay-off simplificado, pelo menos no verão, consideram que o apoio à retoma progressiva, anunciado nesta segunda-feira após o Conselho de Ministros, não chega para ajudar as empresas.

O regime de lay-off simplificado termina para a maioria das empresas, sendo substituído a partir de sábado (1 de agosto) por medidas de apoio a sociedades com perdas de receita de pelo menos 40%. Está ainda previsto mais apoios para quebras iguais ou acima de 75%.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Gabinete de crise reúne-se de urgência face ao "aumento contínuo" de novos casos de Covid-19

MacauSociedade

Banquetes com mais de 400 convidados obriga realização de teste à Covid-19

PolíticaPortugal

Costa convoca reunião de urgência do gabinete de crise da covid-19

DesportoPortugal

Jogo entre Sporting e Gil Vicente adiado

Assine nossa Newsletter