Espanha regressa aos 900 contágios diários

“Não estamos numa segunda vaga”. Espanha regressa aos 900 contágios diários

José Miguel Carrasco, da Sociedade Espanhola de Epidemiologia, defende que os surtos diários de Covd-19 estão a ser controlados.

Há semanas que os contágios diários por Covid-19 em Espanha não baixam dos 900. O número de infeções, que supera os 280.000 no total, disparou no mês de julho. Com ele o medo de uma segunda vaga da pandemia em pleno verão. Apesar dos dados, os especialistas asseguram que ainda é cedo para falar de uma segunda vaga, pelo menos na totalidade do país.

No entanto, “É difícil saber se estamos numa segunda vaga, sobretudo porque a evolução da pandemia varia muito de comunidade para comunidade”, explica José Miguel Carrasco, da Sociedade Espanhola de Epidemiologia. “Agora a situação está muito mais controlada do que março. Identificam-se bem os novos casos, isolam-se os contactos de tal forma que não existe transmissão comunitária excepto em algumas comunidades autónomas, como Catalunha e Aragão”.

Estas são as comunidades que mais preocupam. Ontem as autoridades catalãs notificaram 22 mortes em 24 horas e o presidente Quim Torra já avisou que a população tem 10 dias para voltar a conter o vírus, caso contrário poderá impor um novo confinamento.

Assim, “nesta altura, a Catalunha voltou à fase dois do desconfinamento. Há medidas mais concretas, de controlo da lotação dos locais, limitação dos espaços de ócio, a obrigatoriedade da máscara tanto em espaços abertos como fechados… há que esperar para ver como funcionam estas medidas intermédias antes de pensar num novo confinamento”, explica Carrasco.

Leia mais em TSF

Este artigo está disponível em: English

Related posts
BrasilSociedade

Laboratório diz que duas doses da Coronavac "neutralizam" Ómicron

Cabo VerdeSociedade

São Tomé inicia vacinação de menores e terceira dose para prioritarios

ChinaDesporto

Pandemia não cria “risco extra” para os Jogos Olímpicos de inverno

MundoSociedade

França identifica nova variante com mais de 40 mutações genéticas

Assine nossa Newsletter