Metroviários de São Paulo decidem suspender a greve, mas Metrô funciona apenas parcialmente - Plataforma Media

Metroviários de São Paulo decidem suspender a greve, mas Metrô funciona apenas parcialmente

Decisão foi tomada em assembleia online durante a madrugada após retomada das negociações com o estado; apesar do cancelamento, estações ainda não abriram

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo decidiu na madrugada desta terça-feira (28) suspender a greve que começaria nas primeiras horas da manhã. Em nova assembleia, realizada de forma virtual, os metroviários tomaram a decisão após receber uma ligação do secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, retomando as negociações.

Em assembleia anterior, eles haviam decidido entrar em greve. A paralisação afetaria as linhas 1-azul, 2-verde, 3-vermelha e 15-prata do Metrô, administradas pelo estado. Os operadores das linhas 4-amarela e 5-lilás não costumam parar.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Movimento "Sobreviver a pão e água" termina greve de fome com piza e croquetes

EconomiaGuiné-Bissau

Ministro das Finanças da Guiné-Bissau critica pré-aviso de greve geral no país

AngolaSociedade

Ameaças de morte marcam greve dos taxistas em Cacuaco

Assine nossa Newsletter